Arautos do Evangelho e Exorcismo - Sobre nós - Cavaleiros cruzados vencem a batalha contra os hereges.

Sobre nós

Arautos do Evangelho e Exorcismos – Sobre nós

Dizia o Papa Francisco, em uma homilia de Abril de 2013, que a calúnia é uma expressão direta de Satanás. A calúnia quer destruir a obra de Deus, e nasce de uma coisa muito ruim: nasce do ódio, e ódio é a obra de Satanás. A calúnia destrói a obra de Deus nas pessoas, em suas almas. Onde há calúnia, está o mesmo Satanás! – E convenhamos, calúnias envolvendo Arautos do Evangelho e exorcismos é o que não falta.

Caro leitor, inegavelmente este blog foi criado por  famílias de terciários dos Arautos do Evangelho. Somos um braço constituído por membros que vivem “no mundo”, inseridos na sociedade em seus diversos setores, mas que primam por uma vida ordenada e espiritual. Pessoas que, além de cumprirem seus deveres de Estado, como o sustento da família, educação dos filhos, dedicam parte de seu tempo a admirável obra dos Arautos do Evangelho.

E mais particularmente agora, com o objetivo de deitar por terra as calúnias criadas pelo adeptos de satanás acerca dos exorcismos praticados pelos Arautos do Evangelho. Já vimos o que pensa o Papa Francisco sobre esta expressão do diabo, sem mencionar todas as consequências judiciais de tal ato. Estamos aqui para demolir este que parecem ser sequazes do demônio, que se erguem de cabeças frustradas, ou por não terem sido capazes de adaptação à vida de Arauto, ou de algum próximo, um filho ou filha, na mesma situação, e a partir de então nutrem aversão a tudo o que diz respeito a um Arauto, e também de aqueles que avessos aos progressos do bem que não suportam ver o bem agindo pelo bem.


Uma bendita herança

De fato, o poder exorcístico foi misericordiosamente concedido por Jesus Cristo a todos os batizados (Lc 10,19). Esta seita anti-arautos age como a população de Gerasa. Se penalizam pelos porcos mortos afogados (e sua lei não os permitia consumir carne de porco) e ficam impassíveis ante a atitude de pura bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo, ao livrar o possesso que vivia no cemitério, e que há anos era atormentado por muitos demônios.

Aliás, não custa lembrar aos membros da seita anti-arautos, que a prática de exorcismo se qualifica como caridade cristã, no ato de livrar o possesso das ações do demônio. 

Com o exorcismo se expulsa demônios ou se tira sua influência. Poderá discutir-se se o demônio existe, mas é uma discussão que não pode dar-se entre católicos. Pois é muito clara a este respeito a Sagrada Escritura e o ensinamento da Igreja. Logo, afirmar a existência do demônio e a exercer a prática do exorcismo é algo que está amparado pela liberdade de religião, de consciência e de culto, garantidas pela Constituição brasileira.

Do mesmo modo não custa lembrar que, neste blog, os anti-arautos não terão voz nem vez. Qualquer comentário ofensivo não será publicado. As vozes da serpente já têm os blogs para disseminar seu veneno…

Assim, tudo será refutado com base na Doutrina Católica deixada por Nosso Senhor Jesus Cristo. Toda verdade será erguida e proclamada! Toda mentira será arruinada! O “non serviam” do demônio será vingado! O Imaculado Coração de Maria, triunfará!