blog-caso-real - Exorcismo Arautos

Arautos e Exorcismo – Um caso real

Arautos e Exorcismo – Um caso real. Até brilha os olhos  de alguns…

 

Prezado leitor, Salve Maria!

 

Vou agora relatar um caso acontecido de um exorcismo de culto privado onde, por pura bondade, uma mulher foi livrada da ação maléfica do demônio. Mas por enquanto não revelaremos o nome da possível possessa e do “exorcista” que cuidou do seu caso. Enfim, por precaução.

Um bom homem, morava em um castelo. E neste castelo fazia muito apostolado com todos à sua volta. Os jovens gostavam muito dele. Inclusive, ensinava o catecismo.

Ele gostava muito de contar fatos de sua vida. Inclusive fatinhos da época que prestou serviços na carreira militar.

Este homem era muito cativante. Todos queriam estar com ele. Talvez, sua bondade e retidão… O homem espelha seu Criador. O fato é que sempre procuravam estar juntos. Todos queriam-se muito bem.

E esta fama de santidade dele não se restringia ao seu castelo e aos que dele se acercavam. Esta fama extrapolava os muros e ia longe. Visto que vinha gente de longe para ver o “Santo”.

O caso então…

Havia uma mulher, que morava ali na região, que era atormentada pelo demônio já havia quatro anos. Tratavam o caso dela mas, todos sem resultado. Seus próximos resolveram então levá-la para o “Santo”, mas ela se recusou terminantemente. Foi literalmente arrastada até o castelo.

Chegaram e explicaram o caso dela aos que os receberam. Rogaram levar a possessa ao “Santo”. Apelaram à caridade cristã e, desse modo, os seguidores dele não puderam recusar.

Chegando ao bom homem, explicaram todo o caso. Ele pensou, pensou, e a princípio relutou. Mas os seguidores insistiram: – “Meu Senhor, tenha caridade para com esta desgraçada; cure-a!”

Eis que ele disse: – “Não posso exorcizá-la.”

– “Não é isso que pedimos. Pedimos apenas que a abençoe e que peça a Deus que a cure. Sua caridade, o Senhor não nos pode recusar!”

O bom homem então não pode resistir a este apelo. Orou um instante, impôs a mão sobre ela e fez o sinal da cruz. Logo após o demônio abandonou-a.

O que é isso?! O bom homem realizou um exorcismo? Sem a permissão do bispo? Sem seguir nenhum ritual?

Infelizmente este caso não foi filmado…

Mas a notícia do caso se espalhou rapidamente pela região.

De certo, se os desafetos dos Arautos vissem esse caso, certamente já condenariam aos quatro cantos do mundo, com entrevistas com o rosto tampado. Ia ser um estardalhaço.

Tanto mais que esse bom homem, o “Santo”, era um fundador….

Os da seita anti-Arautos espumariam de ódio. Já os estamos vendo recriminar este ato. 

Passou-lhe, caro leitor, algum pensamento neste sentido pela cabeça?

Mas, enfim, este bom homem, este “Santo”, este fundador, este era “meu Deus na Terra”, segundo São Francisco Xavier…

Este é um fato verídico acontecido na vida de Santo Inácio de Loyola. Fundador da Companhia de Jesus. Falecido em 31 de Julho de 1556 e canonizado pela Santa Igreja pelo papa Gregório XV em 1622.

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!

 

Fonte:

BARTOLI, SJ, Daniel. Saint Ignace de Loyola. Fondateur de la Compagnie de Jésus: sa vie et son institut. Paris: Lefort, 1893, t.I, p.313


Visite nossa página no Facebook Arautos Exorcismo

Esta é nossa luta!

17 thoughts to “Arautos e Exorcismo – Um caso real”

  1. Que história impressionante é que bondade deste Santo Fundador.
    Muitos não acreditam no demônio, por isto que ele quer destruir tudo.
    Mas Nosso Senhor Jesus Cristo triunfará e Nossa Senhora esmagará a cabeça da serpente.
    Salve Maria

  2. Devemos a maior gratidão de quem nos liberte das garras do demônio. A seita anti arautos e seus ALTO ESCALÃO, odeiam aos Arautos e ao Monsenhor João Clá pelo fato de fazer o bem!

  3. já presenciei um caso de exorcismo , onde uma senhora pediu , para dois jovens ajudar o marido dela no meio da madrugada , um logo disse ao outro busque o carro para levá-lo ao hospital , ela retrucou , não é de hospital que ele precisa, rezem por ele , pois sei que vocês rezam o terço todos os dias, e Nossa Senhora vos ouvirá . Quando entraram na sala da casa o homem deitado no chão de barriga para baixo se movimentava como a uma serpente e tinha no olhar um vermelho como se fossem brasas , começaram a rezar e um deles tem o costume de sempre levar consigo um frasquinho de remédio contendo água benta , rezando e jogando água benta no esposo dela ele segurou com uma das mãos um sofá de 3 lugares e erguendo se escondeu atrás para que a água benta não o atingisse . Após algumas orações e água benta o homem voltou ao normal . O jovem no outro dia comentou com um sacerdote o ocorrido e ele aconselhou que lhes dessem a “medalha milagrosa ” , pois enquanto a usassem nada aconteceria novamente naquela família , feito isso enquanto usaram a medalha não mais ocorreu outro fato , isso se deu com dois rapazes amigos meus que morávamos juntos , isso ocorreu em 1990 , agora vão dizer que foi exorcismo e eles não podiam antes de ser autorizado pelo bispo , e por que aquela senhora pediu para eles e não para o bispo , o bispo ela nem sabia quem era mas os rapazes que ela sempre via rezando o terço eram seus vizinhos e agora amigos.

  4. Excelente artigo.
    Como poderia um homem Santo recusar tamanha caridade? Reflitamos!!!
    Que homens Santos como este , não deixem de ouvir os clamores dessas pessoas aflitas e que sofrem com a perseguição do demônio.

    1. Um Santo mesmo, nosso Pai é um Santo Fundador. Jamais poderei agradecer a Nossa Senhora por ter me dado esse Pai espiritual tão santo…
      Aliás a voz, o olhar, a presença dele é exorcística…

  5. Os materialistas e positivistas só acreditam no que podem apalpar, por as mãos e analisar as moléculas e células…da matéria. Aquilo que escapa para o campo espiritual, para eles, é sonho ou fanatismo ilógico.
    Haver uma cura espiritual, então, é um ápice de mágica ou prestidigitação. Hoje estamos na época dos ‘teólogos da morte de Deus’ ou das pitonisas da revolução satânica de 1968 que diziam que Deus jamais existiu e que se existisse seria preciso destruí-lo. A Globo e cupinchas são maravilhados com coisas assim, e jamais entenderão o que é a Fé ou que uma pessoa tenha fé. Pobres coitados… ou malvados.

  6. Plinio Corrêa de Oliveira dizia uma frase magistral: os céticos podem rir, mas a marcha dos que têm Fé jamais será detida pelo riso dos céticos.
    O mesmo acontece com essa gente que não acredita no poder de Deus, no sobrenatural, na presença de Deus numa pessoa. É o caso da professora atéia comunista que ficou louca ao ver o milagre pedido e acontecido na hora da aula, pedido realizado pelas crianças de sua classe de aula. Não adianta quererem calar os Arautos ou dispersá-los como fez o B. Braz de Aviz com outras associações religiosas. Ele pode estar certo que somos pacíficos mas não somos nem pacifistas nem covardes e nunca entreguistas. Quis ut Deus!

  7. E pensar que alguns jesuítas de hoje nem mesmo acreditam na existência do demônio. Que tristeza ver a ruína da Companhia de Jesus… Por outro lado, enquanto os Arautos tiverem a disposição para lutar contra o inimigo infernal, a Ordem só crescerá!

  8. Si San Ignacio de Loyola resuscitara hoy en día creo que pasaría severas cuentas a algunos jesuítas que niegan y combaten todo lo que el Santo impulsó, proclamó y defendió.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *